Muitas pessoas possuem problemas de visão. O que pouca gente sabe, é que há problemas que são característicos de cada idade. Confira os problemas de visão mais comuns em cada fase da vida.

Veja quais são os problemas de visão mais comuns em cada idade, desde o momento do nascimento, passando pela infância, adolescência, fase adulta até atingirmos enfim a terceira (e melhor) idade.

Problemas de visão mais comuns em bebês e crianças

Problemas de visão em bebês e crianças muitas vezes são difíceis de serem notados pelo simples fato dos pequenos não saberem como expressá-los. Portanto, prestar atenção no modo com que estão agindo é fundamental para perceber que algo está errado. 👀

Dentre os principais problemas de visão dessa fase estão:

Miopia

As crianças com miopia não enxergam bem de longe, embora de perto a criança não manifeste nenhum problema, aparentemente. Isso acontece porque o globo ocular de quem possui miopia é alongado, o que faz com que a imagem dos objetos seja formada antes da retina e, portanto, provoca dificuldades para enxergar de longe.

A miopia muitas vezes é notada em criança quando elas trocam algumas letras do alfabeto, como o H pelo M, o P pelo F e até mesmo o O pelo D.

Hipermetropia

As condições da hipermetropia são exatamente o contrário da miopia. As crianças e bebês afetados por esse problema de visão possuem uma percepção borradas de objetos que estão próximos, e – ao forçar a vista – acabam por ter dores nos olhos, de cabeça e excesso de lacrimejamento e um piscar de olhos mais frequente.

Nas crianças que possuem hipermetropia é comum notar dificuldades na realização das tarefas de escola como escrever de forma legível.

Astigmatismo

O astigmatismo é um problema na córnea dos olhos que se estendeu para um formato irregular, apresentando um formato oval. Isto provoca um erro refrativo, distorcendo a luz quando esta entra nos olhos, formando múltiplos pontos focais quando o normal seria que houvesse apenas um ponto de foco na retina do olho.

Bebês e crianças que possuem astigmatismo têm dificuldades para enxergar tantos os objetos de perto como os que estão longe e, por isso, podem apresentar dificuldade para interagir com outras crianças nas brincadeiras típicas da idade.

Outro comportamento característico das crianças que possuem astigmatismo é a sensibilidade maior à luz. Quando as crianças com astigmatismo estão em ambientes iluminados elas franzem os olhos com mais frequência e podem apresentar dores de cabeça e vertigem.

Quando o astigmatismo é identificado pelo oftalmo durante o exame de vista, ele também é facilmente resolvido com o uso de óculos de grau.

Adolescentes e adultos possuem problemas de visão comuns entre si

Adolescentes e adultos normalmente possuem problemas de visão muitas vezes semelhantes devido às suas faixas etárias.

Os principais contratempos para enxergar com qualidade que pessoas nessa fase da vida enfrentam também são a miopia, hipermetropia e o astigmatismo.

Miopia

Como explicado anteriormente, as pessoas que possuem miopia apresentam dificuldade para enxergar de longe devido ao formato do globo ocular ser mais alongado, fazendo com que a imagem seja formada antes da retina. E é isso que faz com que os míopes não enxerguem nitidamente os objetos que estão longe.

Dificuldades para enxergar a lousa, ver placas nas ruas e identificar o rosto das pessoas nas ruas são os principais sintomas que tanto adolescentes e adultos que têm miopia podem enfrentar.

Hipermetropia

Como a hipermetropia é caracterizada pela dificuldade de ver com nitidez os objetos que estão perto, ao forçar os olhos para conseguir enxergar esses objetos adolescentes e adultos também podem sentir dores nos olhos e dores de cabeça constantes.

Adolescentes e adultos que possuem hipermetropia possuem dificuldade para ler, escrever e realizar tarefas em que os objetos se encontram próximos de si, mas conseguem enxergar perfeitamente de longe.

Astigmatismo

O astigmatismo é caracterizada na distorção da luz quando esta entra nos olhos. Isso provoca vários pontos de foco, quando o normal seria a existência de apenas um ponto focal.

Então, assim como acontece com crianças, adolescente e adultos com astigmatismo possuem dificuldade tanto para enxergar os objetos de perto como os objetos  que estão longe. Dessa forma, os adolescentes e adultos que possuem astigmatismo não conseguem enxergar com nitidez lousa, placas localizadas a uma certa distância e também possuem dificuldade para ler e escrever.

É bastante comum que as pessoas no geral apresentem miopia com astigmatismo ou hipermetropia com astigmatismo. Uma consulta com seu oftalmo de confiança é a forma mais confiável de você saber o que você realmente possui. Mas fique tranquilo:  a miopia, hipermetropia e astigmatismo são facilmente solucionados com o uso de óculos de grau. 🙂

Conjuntivite

Outro problema que acaba sendo bastante comum também nessa fase da vida é a conjuntivite.

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva que é uma membrana fina e transparente que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Ela pode afetar um dos olhos ou os dois simultaneamente.  Os principais sintomas são: olho vermelho e lacrimejante, inchaço nas pálpebras,  intolerância à luz, visão embaçada e visão borrada.

A conjuntivite quando não tratada adequadamente pode levar à perda da visão. 👀  Por isso, ao apresentar qualquer um desses sintomas, procure seu oftalmo de confiança.

Adultos mais velhos e pessoas de terceira idade possuem problemas característicos dessa fase da vida

É na terceira idade que alguns problemas de visão específicos começam a surgir:

Dentre os principais, podemos citar:

Presbiopia

Ao passar dos 40 anos de idade, as pessoas percebem que se torna mais difícil enxergar os objetos de perto devido a um dos problemas de visão mais clássicos e normais que existem: a presbiopia. A presbiopia, também conhecida como vista cansada nada mais é que a perda progressiva da elasticidade do cristalino, que é a lente natural dos olhos, dificultando a focalização correta de objetos próximos. Por esse motivo, presbiopia também é conhecida como problema de visão do “braço curto”, pois temos de começar a distanciar os objetos para poder enxergar bem. Esse problema é simplesmente corrigido com o uso de óculos de grau.

Catarata

A catarata nada mais é do que a opacidade do cristalino. Normalmente quem apresenta esse tipo de problema possui uma visão nublada, como se estivesse olhando por uma janela embaçada ou até mesmo enevoada. Essa visão nublada torna as tarefas do dia a dia como dirigir, ler e até mesmo interpretar a expressão das pessoas muito mais difíceis.

Degeneração macular

É a principal causa de cegueira em idosos. Consiste na degeneração da mácula – estrutura localizada na porção posterior do olho –, ou seja, na retina, responsável pela formação da visão central. Notada por um leve embaçamento na vista acompanhada de distorção de formas. Se não tratada pode evoluir para uma perda gradual e irreversível da visão.

Infelizmente outros problemas de visão podem podem passar despercebidos se você costuma fazer exame de vista grátis fora de consultórios médicos e usar aqueles óculos de leitura baratinhos sem prescrição médica. 

Procure sempre fazer exame de vista todo ano com seu oftalmo de confiança e não deixe de comprar lentes de qualidade para seu óculosQualquer dúvida, estamos aqui pra te ajudar 🙂