Se você já parou para analisar sua receita de óculos, reparou que existem três ou quatro colunas que indicam o que você tem e qual é o tipo de distúrbio que atrapalha sua visão, e entre elas, a coluna do grau esférico, não é mesmo?

A coluna chamada de “grau esférico”, que aponta os graus de miopia ou hipermetropia: dificuldade para enxergar objetos a uma longa distância e dificuldade para enxergar objetos a uma distância próxima, respectivamente.

Caso tenha na receita o sinal de “-“ no campo esférico, significa que você tem miopia, ou seja, se o oftalmologista colocar um sinal de “-3”, isso quer dizer que você está com três graus de miopia. Já o sinal de “+” aponta o grau de hipermetropia de um indivíduo.

Entendendo melhor o grau esférico na receita de óculos

Agora que você já sabe ao certo o campo do grau esférico da receita médica, é legal entender direitinho o que é miopia e hipermetropia para facilitar sua vida na hora de escolher a melhor lente para cada caso. 😉

Se o sinal do grau esférico for negativo, isso significa que você tem miopia. Mas afinal, o que é miopia? A disfunção acontece quando há um alongamento do olho, impedindo que os raios de luz sejam focalizados na retina, formando uma imagem embaçada. Assim, quanto mais longe estiver a imagem ou objeto, mais embaçada ela fica.

grau esférico

Receita de óculos para miopia com astigmatismo

Na maioria das vezes, fatores genéticos são os principais causadores da miopia, e a tendência é que se desenvolva no período da pré adolescência – entre 8 e 12 anos – quando ocorre o estirão de crescimento.

Entre os principais sintomas estão a visão embaçada, fadiga ocular e dores de cabeça.

No caso de o grau esférico indicar o sinal positivo, é provável que o paciente sofra de hipermetropia. A hipermetropia é exatamente o oposto da miopia, ou seja, a dificuldade é enxergar objetos que estão próximos aos olhos, atrapalhando a leitura de textos.

grau esférico

Receita de óculos para hipermetropia com astigmatismo

Dessa forma, a imagem na hipermetropia é focada atrás da retina porque o comprimento dos olhos é menor, causando dores de cabeça, sensação de peso ao redor dos olhos, ardor e lacrimejamento ocular.

Como escolher as lentes de acordo com o grau esférico?

As lentes para miopia são mais espessas nas bordas e mais finas na região central, dessa forma, para que não fique com um óculos grosso é necessário se atentar para as especificações das lentes que existem para miopia.

Entre os tipos de lentes para miopia estão: lente CR-39 ou Orma, lentes de policarbonato, lentes 1.67, lentes 1.74, lentes 1.76 ou lentes de cristal. Veja detalhes dos tipos de lentes para miopia.  

Para corrigir problemas de hipermetropia, os tipos de lentes são os mesmos que os de miopia, mas ao contrário das lentes para miopia, elas são finas nas bordas e mais grossas no centro. E por isso você também precisa se atentar para o índice de refração das lentes e seu material.

Além de miopia e hipermetropia existem outros “defeitos” oculares muito comuns na população que precisa usar óculos; Esses “defeitos” são tecnicamente conhecidos como ametropias ou distúrbios de refração e, para comprar as lentes e armação perfeitas para você o ideal é entender exatamente qual é a sua necessidade.

Assim você consegue encontrar o óculos perfeito e economizar muito mais 🤓. Quer saber mais? Veja mais detalhes de como ler a receita do seu óculos. 

 

O que é grau esférico?
Média 3.5 de 11 votos